21 de julho de 2016

A experiência de ver Les Revenants

A horda dos retornados

Depois de um tempo sem publicar exatamente nada, resolvi voltar, assim como os mortos de Les Revenants, de uma hora para outra, sem que ninguém pudesse esperar. E falando em Les Revenants, a série francesa maravilhosa, que se encerrou na segunda temporada, acabei de ver o final dela, faz uma hora mais ou menos, e o meu sentimento foi de estar morto também. A série em si traz a melancolia em cada personagem, cada episódio, e no final, não poderia ser diferente. Ela é muito pior que Lost, no bom sentido porque, em cada cena, um mistério novo, e você fica tipo, what fuck? E preciso deixar claro, quem curte uma narrativa linear, com um começo, meio e fim tudo enmendadozinho, pode ir tirando o cavalinho da chuva, porque você não vai ter todas as respostas, vai ter que assistir os episódios umas quinhentas vezes para tentar entender alguma coisa. Mas a experiência de ver Les Revenants, é fantástica, podemos discutir teorias, até as mais insensatas possíveis, as mais lunáticas, e vai valer a pena. Cada personagem traz uma bagagem emocional que faz você se importar com eles, e querer saber as suas motivações de estarem ali.
A plot da série é basicamente a seguinte; pessoas começam a retornar dos mortos, em uma cidade da França, é como se fosse uma cidade do interior da França, nas montanhas, e cada pessoa que volta do reino do além, não se lembra de nada de antes de morrerem, voltam com as lembranças de antes do acidente que as mataram, o interessante ainda, é que, alguns morreram há décadas, outros a alguns meses, e assim por diante, a partir daí, uma série de dramas vai se desenrolar com os mistérios sobrenaturais a cada novo episódio. A série também, não é de ficar dando sustos fáceis, mas só o fato da música que surge quando algo estranho tá acontecendo, isso basta. A trilha sonora de abertura é de Mogwai. Terminei a série, mas ficou aquele gostinho de quero mais, e indico ela para que possam ter essa experiência, quem é fã ou gosta de Lost, vai adorar Les Revenants. Tem uma versão americana, mas não assisti e não pretendo, apesar de que, posso mudar de ideia, só porque tem Mary Elizabeth Winstead, a Michelle de Rua Cloverfield, 10 e que interpretou a Wenddy em Premonição 3. Mas pelo que li, não é nada legal, vejam a original francesa. A fotografia de toda a série, é outra coisa espetacular, condiz com o roteiro, tem aquele ar cinzento, e triste, sem contar com a interpretação de cada ator e atriz, e o destaque vai para o garotinho que faz o papel de Victor, que é medonho, o menino, pense num troço pra te dar medo só de te olhar. Mas ele é bonitinho também. Minha personagem favorita é a Julie, que interage muito com o Victor durante a série inteira. Ela é uma mulher solitária, e que mesmo estando viva, já parece ter morrido a muito tempo, até que conhece o Victor, o garotinho medonho, daí, a vida dela parece ter ganho uma luz e um propósito. Pois bem, galera, eu indico Les Revenants, se já viram, deixem os comentários, se não viram, vejam e venham aqui comentar os episódios.

#Dayvs